INFORMAÇÕES GERAIS DO MUNICÍPIO DE COTIA

 

 1. HISTÓRICO SUMÁRIO

 

a) Marco de Fundação: 1620

Fundador do Povoado: Fernão Dias Pais

b) Promoção a Paróquia : 1684

c) Transferência do povoado e igreja para o novo centro: 1703

d) Freguesia : 1723

e) Vila : Emancipação política-administrativa: 02/04/1856

f) Cidade : 19/12/1906

g) Comarca : 31/12/1963

 

2. LOCALIZAÇÃO

 

a) Região Oeste da Grande São Paulo e sudoeste do Estado de São Paulo

b) Acesso: Rodovia Raposo Tavares - SP270 e Rodoanel Mário Covas

c) Distância da Capital – 33 Km do marco zero na Praça da Sé

d) Distância da Capital Federal -1.049 km

e) Área do Município: 325 km2

f) Posição Geográfica

Latitude: 23° 36' 09" S

Longitude: W, G. 46° 55' 53" W

g) Limites

Cotia tem fronteira com 11 municípios visinhos:

Norte: Carapicuíba, Jandira e Itapevi

Sul: Itapecerica da Serra

Leste: Embu, Osasco e São Paulo

Oeste: Ibiúna, Vargem Grande Paulista, Itapevi e São Roque.

h) Topografia

Muito acidentada, predominando vales e montanhas (Morro Grande com 900 metros de altitude).

i) Altitude média: 800 metros

Altitude máxima: 1.074 m na Serra de Itatuba, na Reserva Florestal, próximo às divisas de Itapecerica da Serra e Ibiúna.

j) Hidrografia

Rio Cotia que corta o município, e afluentes; Rio Sorocamirim que divide os municípios de Cotia e Ibiuna.

Represa do Morro Grande;

Barragens Pedro Beicht e da Graça;

Cachoeira Furquim e Rincão.

 

3. CLIMA

 

Tropical-ameno e saudável graças ao extenso cinturão verde que circunda o município.

Temperaturas:

Máxima: 33° C

Média: 20° C

Mínima: 7° C

Período de Chuvas:Janeiro a Março

Ventos: amenos

Solo: Média Fertilidade

Vegetação:

Mata Atlântica

Capoeira

 

4. POPULAÇÃO

 (Estimativa IBGE - 2000)

Total: 148.080 habitantes

Homens: 73.646

Mulheres: 75.341

Densidade Demográfica:

457,27 habitantes por km2

Número de Eleitores: 84.926

População Brasileira:

169.590.693

População do Estado de São Paulo: 36.969.476

Obs. Calcula-se que, hoje, a população do município seja de aproximadamente 180mil habitantes.

 

5. DISTRITOS

 

a) Caucaia do Alto

Caucaia do Alto foi elevada a distrito de Cotia em 30 de novembro de 1944. Além de ser a região verde do município, caracteriza-se pela intensa atividade hortifrutigranjeira, abastecendo o Ceagesp.

Em 1931, foi inaugurada a Estação Férrea de Caucaia, entre os trechos Mairinque/Santos da Sorocabana. Por ser a estação mais alta do ramal ferroviário, foi incorporado ao nome “Caucaia” o “do Alto”.

 

6. REGIÕES / Sub-prefeituras

Centro

Granja Viana

Caucaia do Alto

 

7. EVENTOS TRADICIONAIS DE COTIA

FESTAS TRADICIONAIS

Janeiro

6 – Folia de Reis

Fevereiro/março

Carnaval

Abril

2 - Aniversário da Cidade

- Romaria de Caucaia do Alto à Pirapora do Bom Jesus

Maio

- Congada de São Benedito

- Festa de Nossa Senhora de Fátima - Fazenda Nascimento -Rio das Pedras

- Festa do Divino

- Festas Juninas - Bairros e escolas

Julho

- Festas Julinas - Bairros e escolas

Setembro

8- Festa de Nossa Senhora de Monte Serrate, Padroeira da Cidade

9- Festa de São Benedito

Festa da Amizade – Pequeno Cotolengo

Outubro

- Festa das Nações – Granja Viana

- Romaria de Cotia a Pirapora do Bom Jesus

- Romaria de Motociclistas de Caucaia do Alto à Aparecida do Norte

- Endurance de Kart 500 milhas

- Folia do Saci e sua Turma – criada pela EUROPAN – Nas escolas da Região.

Novembro

30 - Aniversário do Distrito de Caucaia do Alto

- FEMUSCA – Festival de Música Sertaneja de Caucaia

- Festa do Agricultor

- Romaria da Água Espraiada a São Sebastião de Ibiúna

 

8. TURISMO EM COTIA

Pontos turísticos Tombados pelo Instituto do Patrimônio Histórico Nacional

a) Sítio do Mandu ou Casa do Bandeirista - Estrada do Caiapiá - relíquia histórica do Ciclo do Ouro, na primeira metade do século XVIII. Altura do km 30 da Rodovia Raposo Tavares.

b) Sítio do Padre Inácio - Estrada do Padre Inácio – Exemplar típico de residência rural paulista do século XVIII. Acesso à altura do km 36 da Rodovia Raposo Tavares.

c) Igreja Matriz de Nossa Senhora de Monte Serrate - Inaugurada em 1713. Localiza-se no centro da cidade.

d) Reserva Florestal do Morro Grande – Patrimônio da Humanidade, Reserva da Biosfera, do cinturão Verde da Cidade de São Paulo. Sob responsabilidade da Sabesp – Cia de Saneamento do Estado de São Paulo. São 4.200 alqueires de mata nativa e 70 km de perímetro em seu entorno, que abrigam importante biodiversidade: rica fauna e flora (macacos, onças-pintadas, jaguatiricas, quatis, tucanos, arapongas, capivaras, cotias e outros) etc.

Os rios Capivari, dos Peixes, Cotia e da Graça nascem dentro da Reserva, alimentando o Sistema Alto Cotia, englobando as Barragens da Graça e Pedro Beicht, além da Estação de Tratamento que distribui água para mais de 500 mil pessoas.

Essas matas são cenários de visitas monitoradas pela Sabesp com roteiros diversos e caminhadas.

 

9. PONTOS TURÍSTICOS

a) Quedas d'água - Pedro Beicht da Graça, Furquim e Rincão, Serra do Pai Nobre. Acesso: altura do km 36 da Rodovia Raposo Tavares

b) Roselândia - Viveiro de rosas. Acesso pelo km 32 da R. Raposo Tavares.

c) Convento do Carmelo – Convento de freiras Carmelitas Enclausuradas.

d) Cemucam – Centro Municipal de Campismo – parque de 30,5 alqueires, com pavilhões de 1.200m2 cada, quadras de vôlei, futebol de salão, churrasqueiras, quiosques e bosques. Acesso pelo km 25 da Rodovia Raposo Tavares, sentido Capital.

Obs. O parque CEMUCAM pertence à Prefeitura de São Paulo.

e) Bichomania - Mini Fazenda com 42.000m2

f) Cia. dos Bichos - Mini fazenda

g) Recanto dos Gnomos

h) Pet Zoo - Mini zoológico

i) Praça da Amizade (Praça Japonesa) – Km 31 da Raposo Tavares

j) Trilha para jeepeiros e motocross – ao lado da Reserva Florestal de Morro Grande.

k) Templo Budista do Caputera

l) Templo Budista Zulai - Inaugurado em 1992, o Templo Zulai pertence à Ordem Budista de Fo Guang Shan, com sede em Taiwan.

A nova sede foi inaugurada em 2003.

m) Kartódromo Internacional da Granja Viana – Campeonatos oficiais, aluguel de karts e provas que reúnem os maiores nomes do automobilismo internacional.

 

10. HINO DE COTIA

 

Letra: Flaviano Liberato

Música: Manoel Vitorino dos Santos

 

Tu Cotia, és cidade esplendor.

A ti hoje queremos saudar.

Nós teus filhos cobertos de amor,

Pretendemos te engalanar.

Coro

Mãe tão meiga, porém, sobranceira,

Grandes filhos à Pátria já destes.

Pôs-te Deus cá no cimo altaneira,

Envolvida de manto silvestre.

 

Tu Cotia, cidade das rosas,

És o encanto de quem te venera.

Verdes campos, colinas formosas

Reina sempre feliz primavera

Coro

Mãe tão meiga, porém sobranceira,

Grandes filhos à Pátria já deste.

Pôs -te Deus cá no cimo altaneira

Envolvida de manto silvestre.

Pôs-te Deus cá no cimo altaneira,

Envolvida de manto silvestre.

 

AUTORES DO HINO -  O Hino de Cotia foi escrito por Flaviano Liberato e Musicado por Manoel Victorino dos Santos.

Foi interpretado pela primeira vez em 1968 por mestres e estudantes do Grupo Escolar Rural da Granja Viana.

O português Manoel Victorino dos Santos, mestre de canto orfeônico, organista e maestro, natural da região de Cercal, nasceu em 26 de julho de 1908, vindo a falecer no dia 22 de julho de 1989.

Já o poeta Flaviano Liberato, nasceu na região italiana de Avelino, em 20 de dezembro de 1894, vindo a falecer no dia 20 de junho de 1977. Entre os trabalhos de Manoel Victorino dos Santos constam os dobrados “Cidade do Redentor”, “Antonio Marciano”, “Dobrado da Criança” e “Arthur Vianna”, entre outros.

Victorino também incentivou a formação de bandas musicais e grupos orfeônicos.

Do elogio poético-musical dessa luso-italiana à Cidade Das Rosas resultou o Hino, cujo andamento rítmico é baseado na tradição da marcha militar.

 

11. BANDEIRA DE COTIA

 

Caixa de texto:

Branca, retangular, tendo ao centro o Brasão do Município.

O Brasão do Município: Escudo português seguindo tradição no Brasil. Cortado no primeiro de azul, um pico de montanha em preto, tendo à direita uma estrela de prata, de cinco pontas, e à esquerda uma coroa de ouro com pedrarias. No segundo em verde, com uma faixa ondeada de prata. Sobre o escudo uma coroa mural de ouro. Na parte inferior um listel de prata, carregado de letras, formando a palavra Cotia, ladeadas - pelas datas 1723 e 1856. A cor azul simboliza o clima ameno e saudável da cidade.

A coroa de ouro com pedrarias, lembra a padroeira do município, Nossa Senhora do Monte Serrat. A estrela de prata evoca os nomes dos filhos ilustres do município: padre Diogo Antonio Feijó, padre Manoel das Dores Rocha, José Araújo de Novaes, Bento José dos Santos, Pedro Lopes de Camargo, Manoel Batista Cepelos e outros. O pico de preto, evidencia a situação geográfica da cidade, que está em cima de um monte. A cor verde representa os campos férteis. A faixa ondeada de prata lembra o Rio Cotia. No listel de prata, a data 1723 evoca a fundação do arraial e 1856, evoca a sua elevação a município. Na parte central da fita, o nome do município que identifica o brasão. Sobre o Escudo e coroa, mural de ouro que é símbolo universal de independência política dos municípios.

 

 

 

 

 

 
 
 
Contador de Visitas